Actividade física

Actividade física

 

 

'To be happy, not old "

 

A regular exercise program is beneficial at any age. But for the elderly, those benefits are multiplied. The mere fact that they practice some type of physical activity now and much better quality of life for the elderly , increasing muscular endurance and strength necessary to perform everyday tasks. Besides the improvement of physical fitness, interpersonal relationships also help motivate students.

 

 

A actividade física trás inúmeros benefícios para a saúde, andar de bicicleta, dançar, nadar etc, tudo isto nos faz sentir melhor quer fisicamente, quer psicologicamente, benefícios ao nível da formação e desenvolvimento da massa óssea, do controlo do peço, do bom funcionamento do coração e pulmões, do desenvolvimento e coordenação dos movimentos, contribuindo também para o controlo da ansiedade e depressão.  

A comunicação social teve uma grande influência nas pessoas quando se começou a falar que a exposição solar poderia trazer várias doenças, lembro-me de ser criança e ir para a praia a qualquer hora do dia, hoje não o faço com os meus filhos e curioso que mesmo os meus pais também não o fazem com os netos, não só a publicidade sazonal, como também vários debates televisivos se faz para dar a conhecer os malefícios e benefícios do sol. Pois está comprovada uma relação entre a exposição solar e o cancro de pela, há que saber desfrutar do sol em segurança, de acordo com estudos realizados o aumento do numero de novos casos de cancro da pele está relacionado com a exposição às radiações solares ultravioletas, para prevenir o cancro de pele, devemos evitar a exposição solar entre as 11 e as 16 horas, usar protector solar adequado ao nosso tipo de pele e vestir-mos roupas claras e chapéu. O sol tem também os seus benefícios pois é a partir da exposição solar que o nosso organismo produz a vitamina D que é fundamental para o crescimento ósseo. Com o envelhecimento e as doenças os idosos alteram muitas vezes os hábitos de vida, tornando-se muito menos inactivos, e a inactividade traz problemas sérios a vários níveis, na habilidade motora, na capacidade de concentração, na reacção de coordenação e atrás de tudo isto vem a auto-desvalorização, a apatia a insegurança o isolamento social e a solidão. A prática de actividade física é altamente importante nesta faixa etária pois para além de os obrigar a sair de casa e a conviver com outras pessoas existem programas onde melhoram a flexibilidade, força, coordenação e velocidade estes aspectos irão influenciar na melhoria da qualidade de vida, contudo também existem restrições, altas intensidades de exercícios por provocarem um maior desgaste muscular e aumentarem o risco de lesões, exercícios isométricos, movimentos rápidos e bruscos devido à elevação da pressão arterial e alguns cuidados como não prolongar o exercício na presença de dor ou não levar à exaustão.

Foi feito um estudo para a avaliação da flexibilidade antes de depois de praticarem exercícios físicos onde utilizaram a técnica de sentar e levantar e separaram as pessoas por grupos:

·                    Grupo 1 (13,3% e 0% na segunda avaliação)

·                    Grupo 2 (23,3% na primeira avaliação e 0% na segunda avaliação pessoas que apresentavam muita dificuldade em fazer actividades de sentar e levantar do chão e precisavam de ajuda)

·                    Grupo 3 (40% na primeira avaliação e 26,6% na segunda avaliação para as pessoas que apresentavam alguma dificuldade mas conseguiam realiza-las sem ajuda)

·                    Grupo 4 (23,3% na primeira avaliação e 73,3% na segunda avaliação para pessoas que não apresentavam dificuldades para a actividade)


 

Fonte: http://www.efdeportes.com/efd74/idade.htm

 

 

“Podemos então concluir que com a prática de actividade física, a terceira idade se sentirá mais útil, independente, com mais esperança de viver, mais auto estima, com maior vitalidade e disposição, tornando-se mais saudáveis, sociáveis e felizes, proporcionando-lhes bem-estar, diminuição de peso, aumento de flexibilidade, aumento da resistência e diminuição de medicamentos.”